A Magia Curativa dos Contos de Fadas

São inúmeros os contos de fadas existentes em todas as culturas, contados e recontados, de dia ou de noite, de inverno a inverno, ao longo das épocas da humanidade.

Rudolf Steiner diz que os contos de fadas são um tesouro espiritual da humanidade e que, como frutos de vivências primordiais da existência humana, sua atuação tem um efeito inconsciente na nossa alma, ao resgatar, por meio de imagens significativas, o longo percurso do amadurecimento humano na Terra.

Em janeiro de 2013 tivemos o primeiro curso de terapia chacrática com contos de fadas na Associação Sagres. O curso, de quatro dias, foi ministrado por Karin Ulex, brasileira residente na Alemanha, com mais de vinte anos de experiência na contação de estórias e edição de 18 coleções de contos.

Segundo Karin, os contos de fadas completos têm os sete passos dos chacras, com as atitudes anímicas de cada um. E passo a passo, ouvindo diversos contos e aprendendo as características e atividade de cada chacra, que percorremos um divertido, intenso e mágico caminho que nos reconectou aos sete reinos distintos existentes dentro de nós.

Logo depois de ouvir um conto que incentivava e punha em movimento o chacra escolhido, através do tema relacionado a ele, nós começávamos nossas atividades artísticas e meditativas, que foram bem diversificadas, de âmbito individual ou em grupo.

Para mim, um dos pontos altos de todo o trabalho foram as meditações guiadas.  Em tal atividade, éramos “encantados” por Karin através de uma narrativa a determinados lugares que nós, de olhos fechados, percorríamos com a nossa imaginação, acessando com muita sutileza o nosso mundo interior.

Após a meditação, nós anotávamos o que vivenciávamos internamente para, depois, em círculo, compartilhar as vivências imagéticas e emocionais que cada um teve.

As imagens buscadas nas águas profundas do mar interno de cada um adquirem um caráter curativo quando trazidas à luz da consciência e o compartilhar destas vivências é o momento sagrado onde isto pode acontecer.

Foi muito rico ter tal experiência, pois além de perceber a diversidade dos relatos vividos e a singularidade de cada um, pude fazer uma conexão direta com meu mundo interno, o que me causou grande surpresa e muita confiança ao tomar consciência da autenticidade das imagens e arquétipos que eu carrego dentro de mim.

Confiança é a atitude anímica do primeiro chacra e resgatar esta atitude é colocar em equilíbrio tal chacra, reverberando assim na vida como um todo.

Durante todo o curso, cada aluno produziu o seu caderno, no qual fizemos nossos desenhos e atividades artísticas e colamos os contos ouvidos e trabalhados que ganhamos de Karin.

Existem várias maneiras de se trabalhar com os contos de fadas, mas, por si só, eles já são terapêuticos, pois neles vive a sabedoria ancestral da humanidade. Neles existe um caminho já trilhado em que a alma pode se nortear e se transformar, mesmo que inconscientemente.

Talvez a magia curativa que os envolva esteja relacionada ao fato de qualquer pessoa poder se reconhecer como partícipe, pois os contos de fadas tratam de fatos comuns a todos os homens.


Por Carlos R. C. Brito Jr.